Archive for agosto, 2016

EVANGELHO DE LUCAS

quinta-feira, agosto 4th, 2016

EVANGELHO DE LUCAS

ÍNDICE GERAL

(em construção) (para continuar -  http://xacute1.com/?p=3908)

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 22/01/2019

 

*************************

OS NÚMEROS

no

APOCALIPSE

TRÊS

QUATRO

SEIS

SETE

DOZE

666

MIL

144 mil

  PALAVRAS

EM

LUCAS

ABENÇOAR

ABISMO

ABRAÃO

ALTA_VOZ

AMAR – AMOR

AMÉM

AMÉM NO N T

ANCIÃOS

ANJOS

ANTICRISTO

ANUNCIAR

ASSINALAR

ASSENTADO

BANQUETE

BARCA

BELZEBU

BENÇÃO

CACHORRO

CAFARNAUM

CÂNTICO

CÃO – CÃES

CASA

CASTIGO

CEIA

CÉU – FIRMAMENTO

CHEFES DOS SACERDOTES

COMBATE

CONDUZIR

CONSELHO

CORAÇÃO

CRISTO

CURAS

DECÁPOLIS

DESTRA

DE PÉ

DEMÔNIO

DIABO

DIREITA

DISCÍPULOS

DOUTORES DA LEI

DRAGÃO

ELIAS – MOISÉS

EM VERDADE VÓS DIGO

ENGANAR

ENSINAR

ENXOFRE

ESCORPIÃO

ESCÂNDALO

ESCRIBAS

ESPÍRITO SANTO

ESPÍRITO IMPURO

EU SOU

EVANGELHO

ESPADA

FARISEUS

FIGUEIRA

FILHO

FILHO DE DEUS

FILHO DO HOMEM

FOGO

GALILEIA

GLÓRIA

HABITANTES

HERODES

HERODIANOS

HOJE

IRA

JERUSALÉM

JESUS

JESUS COMO É CHAMADO

JUDEIA

JUSTO-INJUSTO

KAIROS

LAGO DE FOGO

LAGO DE GENESARÉ

 LEGIÃO

LEPROSO

LIVRO

LIVRO DA VIDA

LOGO

LUZ

LÚCIFER

MALIGNO

MANDAMENTO DE DEUS

MANIFESTAÇÃO

MAR DA GALILEIA

MEDO

MESSIAS

MESTRE

MESTRES DA LEI

MILAGRE

MISTÉRIO

MOISÉS – ELIAS

MULTIDÃO

MUNDO

NAZARÉ

NAÇÕES

NOME DE JESUS

NOVO

NÚVEM

OLHOS

ORAR – REZAR

OS DOZE

OUVIR

PAGÃOS – NAÇÕES

PAI - DEUS

PALAVRA

PALAVRA DE DEUS

 PARÁBOLAS

PARÓDIA

PÁSCOA

PODER

PEDRA

PEDRO – SIMÃO

PERMANECER

PREGAR

PROFETA  FALSO

RANGER DE DENTES

REI DOS JUDEUS

REI DOS REIS

REIS DA TERRA

REINO DE DEUS

REZAR – ORAR

ROMANOS

SÁBADO

SACERDÓCIO

SADUCEUS

SAMARITANOS

SATANÁS

SATANÁS-Mc

SEDUZIR

SEGREDO MESSIÂNICO

SENHOR

SERPENTE

SERVOS

SIMÃO – PEDRO

SINAGOGA

SINÉDRIO

SUMO-SACERDOTE

TEMPLO-AP

TEMPLO-Mc

TEMPO

TENTADOR-TENTACÃO

TODO PODEROSO

TRADIÇÕES HUMANAS

TRIBUNAL

TRONO

UNIVERSALISMO

VENCE

VIDA

VIDA ETERNA

VINHA

VIÚVA

VONTADE DE DEUS

VONTADE DOS HOMENS

ZELOTES

***************** ÍNDICE GERAL****************

01-EVANGELHO DE LUCAS-COM GREGO

02-EVANGELHO DA INFANCIA DE LUCAS-COM GREGO

03-QUEM E O SENHOR em Lucas

04-QUEM FOI LUCAS – Pe. MARIO ZUCHETTO

04-QUEM FOI LUCAS – WIKIPIDIA

05-BREVE INTRODUÇÃO A LUCAS – PEDRO TRIANA

06-MAPA DA PALESTINA

        APROFUNDAMENTO DO         

EVANGELHO DE LUCAS

07-MÊS BÍBLICO 2013 – LUCAS

**** RP-LUCAS-1 AS PARABOLAS EM LUCAS

**** RP-Lucas-2 FELIZES VOS, OS POBRES

**** RP-LUCAS-3 MARIA POS-SE A CAMINHO

**** RP-LUCAS-4 CAMINHO ABERTO PARA O PROXIMO

****RP-TEOLOGIA DO EVANGELHO DE LUCAS-Aila

08-INTRODUÇÃO AO EVANGELHO DE LUCAS  - BIBLIA EDIÇÃO PASTORAL

09-INTRODUÇÃO AO EVANGELHO DE LUCAS  - BIBLIA DOS CAPUCHINOS

10-LUCAS – ILDO PERONDI

11-OS POBRES EM LUCAS – FREI GILVANDER16-SEGUIR JESUS – FREI GILVANDER

12-ROSTO DAS COMUNIDADES DE LUCAS – FREI GILVANDER

13-EVANGELHO DE JESUS CRISTO SEGUNDO LUCAS – Luis Moscone

14-OS SÍMBOLOS DOS QUATRO EVANGELISTAS

15-HERODES O GRANDE E FILHOS

16-A QUESTÃO SINÓTICA

17-A PALESTINA NO TEMPO DE JESUS - BÍBLIA EDIÇÃO PASTORAL

 

**BIBLIOGRAFIA DE LUCAS

VÍDEOS

JESUS REALMENTE EXISTIU? – Mário Sérgio Cortela

              MAIS SOBRE A BÍBLIA

TODAS AS INTRODUÇÕES DA BÍBLIA SAGRADA – EDIÇÃO PASTORAL – ORIGINAL

PARA ENTENDER LA BIBLIA por Alejandro von Rechnitz

Leia alguns ARTIGOS sobre a BÍBLIA

Leia alguns LIVROS APÓCRIFOS

**VEJA MAPAS E OUTRAS IMAGENS DO MUNDO DA BÍBLIA

**VEJA O ESTUDO DO APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

**VEJA O ESTUDO DO EVANGELHO DE MARCOS

**VEJA O ESTUDO DO EVANGELHO DE MATEUS

**VEJA O ESTUDO DO EVANGELHO DE LUCAS

**VEJA 10 VÍDEOS DE COMO FUNCIONAVA A SOCIEDADE NO TEMPO DE JESUS E A SUA PROPOSTA

** Volta à PÁGINA PRINCIPAL

** OS DISCÍPULOS DE EMAÚS – Pe Thomaz Hughes

 

 

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

 

 

 

 

 

 

Leia alguns ARTIGOS sobre a BÍBLIA

**VEJA MAPAS E OUTRAS IMAGENS DO MUNDO DA BÍBLIA

**VEJA O ESTUDO DO EVANGELHO DE MARCOS

**VEJA O ESTUDO DO EVANGELHO DE LUCAS

**VEJA O ESTUDO DO LIVRO DO APOCALIPSE DE SÃO JOÃO

**VEJA  10 VÍDEOS DE:  COMO FUNCIONAVA A SOCIEDADE NO TEMPO DE JESUS E A SUA PROPOSTA

 

*****************

Responsável por este trabalho:

Xavier Cutajar

xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

REPREENDER / CONJURAR

quinta-feira, agosto 4th, 2016

A QUEM JESUS REPREENDE em Marcos

CONJURAR

  1. Jesus repreende (evpeti,mhsen) o espírito impuro que se apoderou do homem que estava na sinagoga. Aos gritos   “Que queres de nós, JESUS Nazareno? Vieste para nos destruir? Eu sei quem tu és: Tu és O SANTO DE DEUS!” JESUS o repreendeu  dizendo: “Cale-se, e saia dele!” Então o espírito impuro sacudiu o homem com violência, deu um grande grito e saiu dele. (Mc 1,23-26)
  2. Jesus repreende (evpeti,ma) os espíritos impuros que caíam a seus pés gritando: “Tu és o FILHO DE DEUS!” E Jesus os repreende severamente para não dizerem quem ele era. (Mc 3,11-12) 
  3.  Jesus repreende (evpeti,mhsen) o vento e as ondas do mar que causavam medo nos discípulos enquanto Jesus deitado na parte de trás da barca,  dormia com a cabeça num travesseiro. Ao acordarem Jesus lhe disseram: “Mestre, não te importa que nós morramos?”  Então Jesus se levantou e repreendeu o vento dizendo “Cale-se!” e ao mar: “Acalme-se!” O vento parou e tudo ficou calmo. (Mc 4,35-41) 
  4. Jesus repreende (evpeti,mhsen) severamente aos discípulos para não falassem a alguém de quem ele era após Pedro declarar que Jesus é o  MESSIAS. (Mc 8,20-30)
  5. Jesus repreende (evpeti,mhsen) Pedro ao tentar tirá-lo do caminho de Deus, dizendo para Pedro: “Fique longe de mim, satanás!  Você não pensa as coisas de DEUS, mas as coisas dos homens.” (Mc 8,32-33)
  6. Jesus repreende (evpeti,mhsen) o espírito impuro  que tinha se apoderado do menino que estava mudo e surdo que os discípulos não conseguiram expulsar. O pai do menino disse:  “MESTRE, eu trouxe a ti meu filho que tem um espírito mudo. Cada vez que o ataca, joga-o no chão e ele começa a espumar,  range os dentes e fica completamente rijo. Então Jesus lamente: “Ó geração sem ! (incrédula) Até quando deverei ficar com vocês? Até quando terei que suportá-los? Tragam o menino aqui.”  E levaram o menino. Quando o espírito mudo viu, Jesus logo sacudiu violentamente o menino, que caiu por terra e começou a rolar e a espumar pela boca. Jesus perguntou ao pai: “Há quanto tempo ele está assim?”  O pai respondeu: “Desde criança.   E muitas vezes já o jogou no fogo e na água para matá-lo. Se podes fazer alguma coisa, tem piedade de nós e ajuda-nos.» JESUS disse: “Se podes!.. Tudo é possível para quem tem .” Logo o pai do menino gritou: “Eu tenho (creio) mas ajuda a minha falta de .”  (Mc 9,14-29)
  7. Jesus repreende (evpita,ssw) o espírito mudo e surdo, ordenando para sair do menino e nunca mais entrar nele.”  E sacudiu o menino com violência, deu um grito e saiu.  O menino ficou como morto e por isso todos diziam:  “Ele morreu!”  Mas JESUS pegou a mão do menino, levantou-o, e o menino ficou de pé. (Mc 9,14-29)

 

A QUEM OS OUTROS REPREENDEM

1)   Pedro repreende (evpitima/n) Jesus  porque dizia abertamente que “O FILHO DO HOMEM deve sofrer muito, ser rejeitado pelos ANCIÃOS,  pelos CHEFES DOS SACERDOTES  e DOUTORES DA LEI,  deve ser morto,  e ressuscitar depois de três dias.” (Mc 8,32-33)

 

2)   Os discípulos repreendem (evpeti,mhsan)  as crianças para não se aproximarem de Jesus e Jesus ficou zangado e disse: “Deixem as crianças vir a mim. Não lhes proíbam,  porque o REINO DE DEUS pertence a elas. Em verdade digo a vocês:  quem não receber como criança o REINO DE DEUS, nunca entrará nele.” Então abraçou as crianças e abençoou-as, pondo a mão sobre elas. (Mc 10,13-16) 

 

3)   Muitos repreedem (evpeti,mwn) o cego Bartimeu, o filho de Timeu em Jericó e mandaram que ficasse quieto porque ao ouvir dizer que era JESUS Nazareno que estava passando, ele começou a gritar: “JESUS, filho de Davi, tem piedade de mim!”  Então JESUS parou e disse: “Chamem o cego.” Eles chamaram o cego e disseram: “Coragem, levante-se, porque está chamando você.”  O cego largou o manto, deu um pulo e foi até JESUS.  Então JESUS lhe perguntou: “O que você quer que eu faça por você?” O cego respondeu: “RABBUNI, eu quero recuperar a vista.”  JESUS disse:  “Pode ir, a sua curou(salvou) você.” Logo o cego tornou a ver e seguia Jesus pelo caminho. (Mc 10, 46-52)

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

HOMEM FORTE

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Quem é o homem forte no Evangelho de Marcos:

Jesus ou Satanás? 

“Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar suas coisas,  se antes não amarrar o homem forte. Só então poderá roubar a sua casa.” (Mc 3,27)

VEJA INTERPRETAÇÕES DIVERSAS 

1. Na Revista Pastoral, por Aíla Luzia Pinheiro Andrade, nj

O HOMEM FORTE É JESUS 

Nos esportes de luta corporal, ficamos cientes de que o lutador mais forte, seja pela força física, seja pelas estratégias mais elaboradas, é quem vence o mais fraco. A luta de Jesus contra o mal é explicada com metáforas esportivas ou bélicas. Jesus é o mais forte, ele veio em socorro da nossa fraqueza no embate cotidiano contra todas as manifestações do mal. Cabe a nós aderir a esse nosso campeão e saborear essa vitória que também é nossa, pois Jesus nos representa.

—————–

FONTE: http://www.vidapastoral.com.br/roteiros/10o-domingo-do-tempo-comum-10-de-junho/

 

2. Na reflexão dos Dehonianos

O HOMEM FORTE É SATANÁS, o DEMÔNIO

… Aliás a missão de Jesus  é, nos termos da parábola (cf. Mc 3, 27), entrar em casa do «homem forte» que é o demónio, «amarrá-lo», impedindo-o de continuar a sua ação, e «roubar-lhe os bens», ou seja, retirar do seu poder todos os que eram sua propriedade.

———————

FONTE: http://www.dehonianos.org/portal/liturgia/?mc_id=2116

 

3.  Na reflexão dos Franciscanos,

O HOMEM FORTE É JESUS

… Quanto à pessoa de Jesus, uma pequena parábola: se alguém quer arrombar uma casa (esta palavra a liga com a imagem anterior) deve primeiro amarrar o “forte” que está lá dentro. Portanto, aquele que consegue isso, é o “mais forte” título com o qual Jesus tinha sido anunciado pelo Batista (1,7) e imagem messiânica (cf. Is 49,24-25).

——————-

FONTE: Do livro “Liturgia Dominical”, de Johan Konings, SJ, Editora Vozes  -  http://franciscanos.org.br/?p=17935

 

4.  Na reflexão de José Maria Castillo Sánchez

O FORTE É SATÁ MAIS JESUS É O MAIS FORTE

parábola do homem forte é um argumento proposto com toda força no momento de mais tensão. De um modo provocativo (próprio das parábolas), Jesus compara aqui suas próprias ações com as de um personagem de tipo transgressor, neste caso, um ladrão que entra na casa de um homem, amarra-o e lhe rouba os bens. Satã é o “Forte”. Porém Jesus é “o Mais Forte”. A força de Jesus estava em sua profunda humanidade sem defeitos, em sua plena transparência, em toda sua honradez e em uma bondade sem limites. Porque “a bondade é o mais forte que há na vida”.

——————–

FONTE: http://padretelmofigueiredo.blogspot.com/2015/06/10-domingo-do-tempo-comum-ano-b-homilia.html

Fonte: CASTILLO, José María. La religión de Jesús – Comentarios al Evangelio diario Ciclo B (2011-2012). Bilbao (Espanha): Desclée De Brouwer, 2011, p. 85-86.

 

5. NA BÍBLIA DAS PAULINAS

O FORTE É SATANÁS

Em Mc 1,7, João Batista se referia a Jesus como o mais forte do que ele. Aqui, o forte é Satanás, e Jesus é quem pode entrar em sua casa, amarrá-lo e saquear seus pertences, que são as pessoas que aquele mantém sob seu domínio.

——————–

FONTE: Roda-pé da “A BÍBLIA – NOVO TESTAMENTO- São Paulo: Paulinas, 2015

 

6. NO LIVRO SATANÁS E OS DEMÔNIOS de Ildo Bohn Gass

O FORTE É O DEMÔNIO

Aqui, já podemos olhar para adiante e perceber que Jesus compreende sua missão na mesma perspectiva do (arcanjo) Rafael que segura, prende e acorrenta o demônio Asmodeu (que significa: ‘aquele que faz morrer’) (Cf. Tb 3,8; 8,3). Sua tarefa também será “amarrar o forte”, isto é, as forças demoníacas destruidoras da vida (Mc 3,27). P.22

O argumento é: não subsiste quem está dividido (Mc 3,23-26). É então que a narrativa chega ao seu ponto alto em Mc 3,27. Ali, Jesus diz com todas as letras que sua missão consiste em amarrar o forte. No relato, Jesus é o ladrão que veio para casa de satanás para imobilizá-lo, para anular as suas forças, para amarrá-lo. Assim, fizera também Rafael com o demônio Asmodeu (Tb 8,3). P.42

————–

FONTE: SATANÁS E OS DEMÔNIOS NA BÍBLIA DE Ildo Bohn Gass, CEBI – São Leopoldo, 2013

 

“Ninguém pode entrar na casa de um homem forte para roubar suas coisas,  se antes não amarrar o homem forte. Só então poderá roubar a sua casa.” (Mc 3,27)

 

7. Da minha conclusão  – Xavier Cutajar

O HOMEM FORTE É JESUS

O HOMEM FORTE no Evangelho de Marcos (Mc 3,27) é o próprio Jesus. O que Jesus está dizendo é que os doutores da lei podem inventar, caluniar, enganar quanto for que eles não conseguirão vencer a verdade e quem trouxe a verdade que é Ele mesmo, o dono da casa.

O Evangelho de Marcos vai mostrando o cerco que os fariseus, herodianos, doutores da lei, também os que vinham de Jerusalem (3,22; 7,1) vão fazendo  na primeira parte do evangelho de Marcos (1-10) onde Jesus já anunciava aos discípulos que ele mesmo,  “O FILHO DO HOMEM deve sofrer muito, ser rejeitado pelos anciãos,  pelos chefes dos sacerdotes e doutores da lei, deve ser morto,  e ressuscitar depois de três dias.” Nesta primeira parte do Evangelho, Jesus repete isto 3 vezes: (Cf. 8,31; 9,31; 10,33-34).

Na segunda parte do Evangelho (11-16)  começa o confronto direto e mais acirrado entre Jesus e as autoridades máximos do templo de Jerusalém provocado pela atitude de Jesus ao expulsar os vendedores do templo e acusando-os que tinham feito da “casa chamada de oração um covil de ladrões (11,15-19).  Agora satanás, o diabo, os espíritos impuros  tem nome: são o sumo sacerdote, os  anciãos, os chefes dos sacerdotes, os doutores da lei, os saduceus, os fariseus e herodianos e todo Sinédrio.

E Jesus vai mostrando que apesar de todo cerco e perseguição, ele vai escapar, vai ressuscitar.

Na parábola dos vinhateiros homicidas, Jesus declara: “Por acaso, vocês não leram na Escritura: ‘A pedra que os construtores rejeitaram, tornou-se a PEDRA ANGULAR; isso foi feito pelo Senhor  e é admirável aos nossos olhos’?” (12,10-11) (Cf. Sl 118, 22-23)

Na última ceia com os doze, após tomar e distribuir o vinho declara: “Em verdade digo  a vocês: nunca mais beberei do fruto da videira,  até o dia em que o beberei novo no REINO DE DEUS.”(14,25)

E logo em seguida, após saírem para o monte das oliveiras, Jesus  disse aos discípulos “Vocês todos vão ficar escandalizados, porque a Escritura diz: ‘Ferirei o pastor, e as ovelhas se dispersarão’. (Zc 13,7) Mas, depois da minha ressurreição, eu irei à frente de vocês para a GALILEIA.” (Cf. 16,7)(14,27-28)

Após prenderem Jesus, um jovem, (16,5) vestido só com um lençol, (Cf. 15,46)  seguia Jesus e eles o prenderam. Mas o jovem largou o lençol, e fugiu nu. (14,51-52)

Quando o Sábado passou, as mulheres foram, ao nascer do sol para ungir o corpo de Jesus, preocupadas com quem vai lhes tirar a pedra do túmulo mas, quando olharam, viram que a pedra já havia sido tirada.  Então entraram no túmulo e viram um jovem, (Cf.14,51) sentado à direita, (Cf.12,36 )vestido de branco. E ficaram muito assustadas. Mas o jovem lhes disse: “Não fiquem assustadas. Vocês estão procurando JESUS de Nazaré, que foi crucificado? Ele ressuscitou! Não está aqui! Vejam o lugar onde o puseram. Agora vocês devem ir  e dizer aos discípulos dele e a Pedro que Jesus vai para a GALILEIA na frente de vocês. (Cf.:14,28) Lá vocês o verão,  como ele mesmo disse.”  Então as mulheres saíram do túmulo correndo,  porque estavam tremendo e assustadas. E não disseram nada a ninguém, porque tinham medo. (16,1-8)

CONCLUSÃO: JESUS é o HOMEM FORTE que, para roubar o que ELE tem em casa, os inimigos precisam amarrá-lo e prendê-lo. Mas Jesus escapa de todos os inimigos e, como o jovem, fugiu nu, quer dizer ressuscitou!

Para entender melhor responda este questionário:

QUEM SE POSICIONA CONTRA JESUS

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

DALMANUTA

quinta-feira, agosto 4th, 2016

 

DALMANUTA – Mc 8,10

MAPA - GALILEIA

Uma área para a qual Jesus se retirou com seus discípulos de barco, após a alimentação milagrosa de 4.000 homens, perto do mar da Galiléia. (Mc 8,1-10) Embora se tenham sugerido diversos lugares para Dalmanuta, o nome não ocorre em outras fontes bíblicas ou não-bíblicas, de modo que a sua localização exata permanece incerta.

Alguns peritos acham que Dalmanuta talvez seja uma alteração de escriba, visto que a narrativa paralela em Mateus 15,29-39 dá “Magadã”, e certos manuscritos antigos do relato de Marcos também usam “Magadã” ou “Magdala”, em vez de Dalmanuta.

Todavia, visto que os melhores manuscritos gregos têm Dalmanuta, parece melhor preservar Dalmanuta, do que considerar o termo um erro de texto. Pode ser que Dalmanuta simplesmente tenha sido outro nome para Magadã, ou talvez fosse uma área vizinha, cujo nome, embora pouco usado ou não muito conhecido, não obstante foi preservado para nós no Evangelho de Marcos.

FONTE – DALMANUTA

**************

DA  WIKIPÉDIA

Dalmanuta é o nome dado ao destino desconhecido de Jesus nas margens do Mar da Galileia após ter alimentado as quatro mil pessoas, conforme registrado no Evangelho de Marcos (Marcos 8:10). Acredita-se, por vezes, estar nas imediações de Magdala, a alegada cidade natal de Maria Madalena, uma vez que a passagem paralela no Evangelho de Mateus (Mateus 15:39), refere-se de “Magadã”, que tem sido considerada como uma variante de “Magdala”.

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

CESAREIA MARÍTIMA

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Cesareia Marítima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
MAPA - judeia

Cesareia Marítima (em grego: παράλιος Καισάρεια; em latimCaesarea Maritima), também chamada Cesareia Palestina, é uma antiga cidade e porto marítimo, construída por Herodes, o Grande cerca de 25 - 13 a.C.. Situa-se na costa mediterrânica de Israel, a cerca de meio caminho entre Tel Aviv e Haifa, num local anteriormente chamado Pyrgos Stratonos (“Strato” ou “Torre de Straton”, em latim Turris Stratonis).

Cesareia Marítima não deve ser confundida com outras cidades que receberam o mesmo nome em honra de César, como Cesareia de Filipe, também em Israel, ou Cesareia Mazaca na Capadócia anatólia. Tinha uma população estimada em 125 000 habitantes, que viviam em uma área urbana de 370 hectares.

O historiador judeu Flávio Josefo é a principal fonte de informações sobre a construção e a história inicial da cidade, sendo esta descrita detalhadamente na obra Antiguidades Judaicas (XV.331ff; Guerra judia I.408ff), já que o massacre de judeus ocorrido naquele lugar foi o ponto de partida para a Grande Revolta Judaica.

Herodes não descuidou de sua nova cidade: seu palácio em Cesareia foi construído num promontório ao lado do mar, com uma piscina decorativa rodeada de stoas. Um aqueduto supria Cesareia de água potável, e um sistema de drenagem por baixo da cidade levava o esgoto para o mar. A vida civil da nova cidade começou no ano 13 a.C., quando Cesareia foi transformada na capital civil e militar da Judeia, e a residência oficial dos procuradores e governadores romanos. Os restos de todos os principais edifícios construídos por Herodes existiram até o final do século XIX. Os restos do povoado medieval também podem ser vistos, os quais são os muros (um décimo da área da cidade romana), o castelo e o sítio da catedral cruzada.

Em 1961, no teatro de Cesareia, foi encontrado uma pedra com uma inscrição em latim incluindo o nome de Pôncio Pilatos. O prefeito da Judeia, Pôncio Pilatos, erigiu o Tiberium em honra de Tibério.

  • Texto atual na terceira linha da inscrição:

TIBERIEUM
PONTIUS PILATUS
PRAEFECTUS IUDAEAE
Hoje Cesareia Marítima é um dos pontos turísticos mais visitados em Israel. Um ditado popular que já vem dos tempos da fundação da cidade afirma que “Quando Cesareia é grande, Jerusalém é pequena. Quando Cesareia é pequena, Jerusalém é grande”, o que de fato corresponde à alternância da demografia das duas cidades causadas pelas sucessivas alterações na localização do poder romano em Israel.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Cesareia_Mar%C3%ADtima

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

CESAREIA DE FILIPE

quinta-feira, agosto 4th, 2016

 

Cesareia de Filipe

MAPA - NORTE DA PALESTINA

Cesareia de Filipe (em latimCaesarea Philippi) era uma antiga cidade, localizada no sopé sudoeste do monte Hermon[5](em árabe transl. Jebel esh-Sheikh), na atual região arqueológica de Banias.

Por volta do ano 20 a.C. o rei Herodes, o grande, construiu aos pés do monte Hermon um templo branco de mármore, e dedicou a César Augusto.

Quando Herodes morreu a cidade ficou nas mãos de seu filho, Herodes Filipe, que a ampliou, e embelezou, e a chamou de Cesareia de Filipe, para alcançar graça diante seu imperador Tibério César, e distingui-la da outra Cesareia, a capital romana na Judeia  (no território da Samária)   porto marítimo muito mais conhecida, que ficava na costa.

É hoje chamada BANAIS,  um local arqueológico perto da fronteira Israel-Síria, junto à nascente do rio Jordão.

A cidade é mencionada no Evangelho segundo São Mateus 16,13 e Marcos 8,27.

Em 61 d.C., o rei Herodes Agripa II renomeou a capital administrativa como Neronias em honra ao imperador romano Nero, mas este nome realizada somente até 68 d.C. Agripa também realizou melhorias urbanas.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Banias

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

GÓLGOTA ou CARVALHO

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Gólgota ou Calvário

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Calvário ou Gólgota
  (em aramaicoGûlgaltâ;
    em latimCalvaria;
    em grego: Κρανιου Τοπος; transl.: Kraniou Topos)
é a colina na qual Jesus foi crucificado e que, na época de Cristo, ficava fora da cidade de Jerusalém. O termo significa “caveira”, referindo-se a uma colina ou platô que contém uma pilha de crânios ou a um acidente geográfico que se assemelha a um crânio.

Narrativa bíblica

O Calvário é mencionado em todos os quatro evangelhos quando relatam a crucificação de Jesus:

«E eles chegaram a um lugar chamado Gólgota, que significa o Lugar da Caveira.» (Mateus 27:33),

«E eles levaram-no ao lugar chamado Gólgota, que é traduzido por Lugar da Caveira.» (Marcos 15:22),

«Então eles chegaram ao lugar chamado de Caveira.» (Lucas 23:33) e

«E carregando ele mesmo a sua cruz, saiu para o assim chamado Lugar da Caveira, que em hebraico se diz Gólgota.» (João 19:17).

Lugar alternativo do Monte Gólgota, a leste de Jerusalém, próximo ao Jardim do Túmulo

Novo Testamento descreve o Calvário como “perto de Jerusalém” (João 19:20), e fora das muralhas da cidade (Hebreus 13:12). Isso está de acordo com a tradição judia, em que Jesus foi também enterrado perto do lugar de sua execução.

imperador bizantino Constantino construiu a Igreja do Santo Sepulcro sobre o que se pensava ser o sepulcro de Jesus entre 326 e 335, perto do lugar do Calvário. De acordo com a tradição cristã, o Sepulcro de Jesus e a Verdadeira Cruz foram descobertos pela imperatriz Helena de Constantinopla, mãe de Constantino, em 325. A igreja está hoje dentro das muralhas da Cidade Antiga de Jerusalém, após a expansão feita por Herodes Agripa em 41-44, mas o Santo Sepulcro estava provavelmente além das muralhas, na época dos eventos relacionados com a vida de Cristo.

Dentro da Igreja do Santo Sepulcro há uma elevação rochosa com cerca de cinco metros de altura, que se acredita ser o que resta visível do Calvário. A igreja é aceita como o “Sepulcro de Jesus” pela maioria dos historiadores e a pequena rocha dentro da igreja como o local exato do Monte Calvário, onde a cruz foi elevada para a crucificação de Jesus. Veja também: O Peregrino de Bordéus (333), Eusébio (338), o bispo Cirilo (347), a peregrina Egéria (383), o bispo Euquério de Lyon (440) e o Breviarius de Hierosolyma (530), em alemão.

Depois de passar uma temporada na Palestina em 1882-83, Charles George Gordon sugeriu uma localização diferente para o Calvário. O Jardim do Túmulo fica ao norte do Santo Sepulcro, localizado fora da atual Porta de Damasco, em um lugar certamente utilizado para enterros no período bizantino. O jardim tinha uma penhasco com dois grandes buracos fundos, que o povo dizia serem os olhos da caveira.

O arqueólogo israelense Shimon Gibson, em sua obra “Os ùltimos Dias de Jesus”, descarta totalmente a localização do Calvário como sendo o de Gordon por um motivo muito simples: o túmulo que lá se encontra, tradicionalmente conhecido como o “Túmulo do Jardim” remonta ao século VII a.C. e a Bíblia relata que o túmulo utilizado para sepultar Cristo tinha sido mandado escavar recentemente na rocha por José de Arimateia. Assim, prevalece a crença tradicional, cuja localização foi perpetuada pelos cristãos desde a destruição de Jerusalém pelos romanos em 70 d.C. e mantida através dos séculos.

O nome Calvário refere-se freqüentemente a esculturas ou pinturas representando a cena da crucificação de Jesus, ou uma pequena capela incorporando uma pintura com a cena. Pode também ser utilizado para descrever construções mais importantes, em formato de monumento, especialmente colinas artificiais erguidas por devotos.

Igrejas em diversas denominações cristãs têm sido chamadas de Calvário. O termo é também algumas vezes dado a cemitérios, especialmente aqueles associados com a Igreja Católica.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Calv%C3%A1rio

 

 

The Hill of Calvary or Golgotha, is shown here in its original state. It was located in a quarry outside the Second Wall, which was the city wall at the time of Jesus. Tomps were not allowed within the city walls. Today this is the site of the Church of the Holy Sepulchre. There is still a controversy as to whether this is the authentic place of Jesus’ crucifixion and burial.

 

 

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

GETSÊMANI

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Getsêmani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Getsêmani(em grego: Γεθσημανή, transl. Gethsēmani; em hebraico: גת שמנים, transl. Gat Shmanim, do aramaico גת שמנא, Gat Shmānê, literalmente “prensa de azeite”) é um jardim situado no sopé do Monte das Oliveiras, em Jerusalém , onde Jesus e seus discípulos oraram na noite anterior à crucificação de Jesus. De acordo com o Evangelho segundo Lucas, a angústia de Jesus no Getsêmani foi tão profunda que “seu suor tornou-se em grandes gotas de sangue, que corriam até ao chão.” (Lc 22,44)

Etimologia

Getsêmani apareceu no original grego dos Evangelhos (Mateus 26:36 e Marcos 14:32) como Γεθσημανι (Gethsēmani), nome derivado do aramaico גת שמנא (Gaṯ-Shmānê), que significa “prensa de azeite“. Em Marcos, ele é chamado de chorion, “lugar” ou “propriedade”; já em João 18:1, ele aparece como um kepos, “horto” ou “jardim”.

Localização

jardim identificado como Getsêmani se localiza ao ínicio do Monte das Oliveiras, no vale do Cédron. Diante do jardim está a Igreja de Todas as Nações, também conhecida como Igreja da Agonia, construída no sítio de uma igreja destruída em 614 pelos sassânidas, e que posteriormente foi reconstruída pelos cruzados e destruída novamente em 1219. Nas proximidades se encontra a Igreja Ortodoxa Russa de Santa Maria Madalena, com suas torres bulbosas douradas, no estilo russo-bizantino, construída pelo czar Alexandre III da Rússia em memória de sua mãe.

Há quatro lugares que alegam ser o local onde Jesus orou na noite em que foi traído:

  1. Igreja de Todas as Nações, de onde se vê um jardim com a chamada “Rocha da Agonia”.
  2. Um local perto do Túmulo da Virgem, ao norte.
  3. A igreja ortodoxa grega, à leste.
  4. O jardim da Igreja Ortodoxa Russa, próximo à Igreja de Santa Maria Madalena.

Dr. Thomson, o autor de The Land and the Book, escreveu: “A primeira vez que eu vim para Jerusalém e por muitos anos depois, este local era aberto a todos quando desejassem vir para meditar sob as antiquíssimas oliveiras. Os latinos, porém, tomaram posse, nos últimos anos, de todo o lugar e construíram um muro à volta. Os gregos inventaram um outro lugar um pouco mais ao norte. Minha impressão é a de que ambas estão erradas. O local é muito perto da cidade e tão perto da grande via para o leste que o Senhor dificilmente o teria escolhido para seu retiro naquela perigosa e sombria noite. Estou inclinado a localizar o Jardim das Oliveiras num vale fechado uma centena de metros a noroeste do atual Getsêmani”.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Gets%C3%AAmani

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

MONTE DAS OLIVEIRAS

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Monte das Oliveiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Monte das Oliveiras é um monte situado a leste da Cidade Antiga de Jerusalém

Recebe seu nome pelas oliveiras que cobriam, antigamente, suas encostas. O Monte das Oliveiras é sagrado para judeuscristãos e muçulmanos, e muitas tradições estão associadas a ele. Segundo a Bíblia, por exemplo, Jesus teria transmitido ali alguns de seus ensinamentos (Atos 1:12).

A altura do Monte das Oliveiras e as vistas espetaculares que ele apresenta para a Cidade Antiga de Jerusalém e para o Monte do Templo fizeram com que alguns dos mapas e ilustrações mais realistas da região na Antiguidade fossem feitos dos seus cumes. No Monte das Oliveiras está situado o jardim do Getsêmani.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Monte_das_Oliveiras

Mount of Olives 4
.
.
 MONTE DAS OLIVEIRAS

Durante os tempos bíblicos, o Monte das Oliveiras era coberto por oliveiras antigas, sendo uma montanha ao norte do Monte Sião com vistas deslumbrantes da Cidade Velha, da cidade de Davi e do Vale do Cédron.

Neste local, Jesus encorajou os Seus discípulos e deu as suas instruções para depois que Ele fosse crucificado (Mateus 24).

Jesus passou a noite no local antes de ser preso, nos Jardins do Getsêmani. Foi nesse monte que Jesus chorou sobre Jerusalém. “Quando Jesus chegou perto de Jerusalém e viu a cidade, chorou com pena dela”. (Lucas 19:41)

Logo abaixo do Monte das Oliveiras, próximo à Igreja de Todas as Nações, há um local onde a tradição cristã diz que Maria, a mãe de Jesus, foi sepultada. A Igreja de Todas as Nações é uma Igreja Católica Romana, tida como o local em que Jesus rezou antes de ser preso.

No sopé do Monte das Oliveiras há um antigo olival. As oliveiras não têm anéis, portanto sua idade não pode ser determinada com precisão, mas estudiosos estimam que elas podem ter entre mil e dois mil anos de idade.

Durante a época do Primeiro e do Segundo Templos, o Monte das Oliveiras era o local usado pelo sumo sacerdote para sacrificar e queimar a “Novilha Vermelha”, cujas cinzas purificam aqueles que são impuros no Templo. O Cemitério Judaico do Monte das Oliveiras teve seu início no período do Primeiro Templo. No entanto, os atuais túmulos existentes por lá são datados do século XVI em diante. Deve-se levar em conta que este monte não é apenas uma ligação geográfica entre o deserto e as colinas férteis de Jerusalém. Ele também representa o elo espiritual entre o céu e a terra, ou entre a vida e a morte. Muitas pessoas têm o desejo de serem enterradas no Monte das Oliveiras, onde se espera a chegada do Messias.

Fonte: http://www.land-of-the-bible.com/pt/node/406

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

 

MONTE ou MONTANHA

quinta-feira, agosto 4th, 2016

Em Marcos, JESUS SOBE O MONTE ou MONTANHA 7 VEZES

  1. Mc 3,13 Ele subiu ao monte e chamou os que desejava escolher. E foram até ele. 14 Então Ele constituiu o grupo dos Doze, para que ficassem com ele e para enviá-los a pregar,  15  com autoridade para expulsar os demônios (Cf. Mc 9,18)
  2. Mc 6,46 Tendo se despedido da multidão, Jesus subiu ao monte para rezar.
  3. Mc 9,2 Seis dias depois, JESUS tomou consigo Pedro, Tiago e seu irmão João, e os levou sozinhos a um lugar à parte, sobre uma alta montanha. E se transfigurou diante deles.
  4. Mc 9,9 Ao descerem da montanha(o;rouj), recomendou-lhes que não contassem a ninguém o que tinham visto,  até que o FILHO DO HOMEM tivesse ressuscitado dos mortos.
  5. Mc 11,1 Ao se aproximaram de Jerusalém, diante de Betfagé e de Betânia, perto do monte(o;roj) das Oliveiras. Então enviou dois,
  6. Mc 13,3  Estava sentado no monte(o;roj) das Oliveiras, de frente para o Templo. Então Pedro, Tiago, João e André lhe disseram em particular:
  7. Mc 14,26 Tendo cantado o hino, sairam para o monte(o;roj) das Oliveiras.

Mt 28,16 Os onze discípulos foram para a Galileia,  ao monte que Jesus lhes tinha indicado.

 

Porém, obedecendo a indicação das mulheres, os 11 discípulos vão rumo à montanha, o novo Nebo (Dt 32, 49; 34, 1), o lugar da manifestação da vontade de Deus.

  • Na montanha, Jesus havia pregado o Evangelho das bem-aventuranças (cf. Mt 5, 1-7,29),
  • na montanha, ele havia multiplicado o pão (cf. Mt 15, 32-39),
  • na montanha, ele havia sido transfigurado pelo Pai diante dos discípulos (cf. Mt 17, 1-8):
  • agora, na montanha, os Onze devem escutar as últimas palavras do Ressuscitado, as suas últimas vontades. E eis que eles sobem ao monte indicado e, assim que veem Jesus, se prostram, se ajoelham no chão e adoram. (Mt 28)        Enzo Bianchi

Dt 32, 48 Nesse mesmo dia, Javé falou a Moisés: 49 «Suba à região montanhosa de Abarim, sobre o monte Nebo, na terra de Moab, na frente de Jericó, e contemple a terra de Canaã, que eu vou dar como propriedade aos filhos de Israel.

Jesus sobe ao monte e assume a posição de Mestre. O monte é o lugar da revelação e é o local onde Jesus ensina com autoridade (cf. Mt 7,28-29). É possível estabelecer um paralelismo entre Jesus e Moisés. Moisés subia ao Sinai para receber a Lei de Deus destinada a Israel (cf. Ex 19,3; 24,15.18), sinal da aliança entre Deus e o povo, enquanto Jesus, como Messias e Filho de Deus, sobe ao monte para apresentar não uma Lei, mas um programa de vida, e para estabelecer nova aliança com toda a humanidade (cf. Mt 5,1-7,27). (Zuleica Aparecida Silvano)

—————

http://www.vidapastoral.com.br/roteiros/todos-os-santos-4-de-novembro/

 

**********

MAPA DA PALESTINA

 ÍNDICE GERAL -EVANGELHO DE MARCOS

  Responsável por este trabalho

    Xavier Cutajar

            xacute@uol.com.br       http://xacute1.com