Mc 15,21-23 – SIMÃO CIRINEU

O CAMINHO DA CRUZ

(Mt 27,32-33; Lc 23, 26; Jo 19, 17)

 

15,21 Passava por aí um homem, chamado Simão Cireneu,

pai de Alexandre e Rufo.

Ele voltava do campo para a cidade.

Então os soldados obrigaram Simão a carregar a sua cruz.

22 Levaram-no para o lugar chamado Gólgota,

que quer dizer “lugar da Caveira”.

23 Deram-lhe vinho misturado com mirra,

mas Ele não tomou.

***********************

BP:* 21-32: Jesus está completamente só. Seu corpo poderoso é reduzido à fraqueza extrema. Contudo, ele até o fim permanece consciente da sua entrega, e recusa a bebida entorpecente. A inscrição, com o motivo da sentença, inaugura na história o tempo da realeza que não oprime, mas que dá a própria vida. As caçoadas revelam a verdadeira identidade de Jesus: ele é o novo Templo e o Messias-Rei que não age em vista de seus próprios interesses.

Leave a Reply