ESPÍRITO IMPURO EM MARCOS

**ESPÍRITO IMPURO (14 vezes)
Mc    1, 23;    1, 26;  1,27;         3,11; 3, 30;
      5,  2;    5,  8;    5, 13 ;         6,7;          7, 25;

espírito mudo: 9, 17; 9, 20;     9, 25;   espírito mudo e surdo: 9, 25

Esses espíritos impuros, também chamados demônios, são todas as forças do mal presentes no mundo que geram violência, injustiça, exclusão, morte e preconceito; é tudo o que impede o ser humano de uma relação saudável com o Deus da vida, com o próximo e consigo mesmo; por isso, se constituem como obstáculos à realização do Reino de Deus. Muitas vezes, esses elementos eram criados pela própria religião, como a segregação e condenação por doenças físicas e psíquicas. (Pe Francisco Cornelio)

Os espíritos impuros representam aqui (6,7) tudo aquilo que escraviza o homem e que o impede de chegar à vida em plenitude. A missão dos discípulos é, pois, lutar contra tudo aquilo – seja de carácter físico, seja de carácter espiritual – que destrói a vida e a felicidade do homem (podemos dizer que a missão dos discípulos é lutar contra o “pecado”). É da acção libertadora dos discípulos (que actuam por mandato de Jesus) que nasce um mundo novo, de homens livres – o mundo do “Reino”. (Dehonianos)

Veja também em MARCOS

*** DEMÔNIO
*** SATANÁS
*** ESPÍRITO IMPURO
*** BELZEBU
*** DIABO (Marcos não usa a palavra DIABO)
VOLTA AO MENU PRINCIPAL DE MARCOS

Leave a Reply