INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA

* CONSTITUIÇÃO DOGMÁTICA DEI VERBUM sobre a REVELAÇÃO DIVINA do Concílio Vaticano II – 1965

18. Ninguém ignora que entre todas as Escrituras, mesmo do Novo Testamento, os Evangelhos têm o primeiro lugar, enquanto são o principal testemunho da vida e doutrina do Verbo encarnado, nosso salvador.

A Igreja defendeu e defende sempre e em toda a parte a origem apostólica dos quatro Evangelhos. Com efeito, aquelas coisas que os Apóstolos, por ordem de Cristo, pregaram, foram depois, por inspiração do Espírito Santo, transmitidas por escrito por eles mesmos e por varões apostólicos como fundamento da fé, ou seja, o Evangelho quadriforme, segundo Mateus, Marcos, Lucas e João (1).

A INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA NA IGRERJA - Documento da Igreja, Roma, 15 de Abril de 1993

A INTERPRETAÇÃO DA BÍBLIA E A LEITURA FUNDAMENTALISTA - Klaus da Silva Raupp

 

Leave a Reply