VESTE

TRAJE OU VESTE

    O  que significa o TRAJE (vestuário próprio) nupcial na parábola da festa das núpcias do filho do Rei em Mt 22,1-14? Quem é aquele que não estava vestido com o TRAJE NUPCIAL?

    Para entender o seu significado é preciso entender o significado das seguintes palavras: NÚPCIAS, BANQUETE; VESTE, TRAJE ou ROUPA;  VESTIR, TRAJAR, ANDAR VESTIDO, ANDAR NU; LINHO e NUDEZ. Segue alguns trechos do Antigo e Novo Testamento para esclarecer esse assunto.

SENTIDO LITERAL

    Lucas nos conta a parábola do rico – que se VESTIA de púrpura e linho fino e dava banquetes todos os dias – e dopobre, chamado Lázaro – cheio de feridas, que estava caído à porta do rico (Lc 16,19ss).

    Tiago vai recomendar à comunidade que não faça distinção entre uma pessoa ricamente VESTIDA e outra com roupas sujas (Tg 2,1-13).

    João VESTIA uma ROUPA DE PÊLOS DE CAMELO e um cinturão de couro em torno dos rins… (Mt 3, 5). E mais tarde, a respeito de João, Jesus falou: “Que fostes ver no deserto? Um homem VESTIDO de roupas finas? Mas os que VESTEMroupas finas vivem nos palácios dos reis… (Mt 11,7-8). Neste sentido literal, quem VESTE roupas finas, de linho, são os ricos, poderosos re orgulhosos que são os ÍMPIOS.

SENTIDO METAFÓRICO OU SIMBÓLICO

    O Profeta Isaías encoraja os justos a não ficarem apavorados com os injustos, pois “a traça os devorará como a umVESTIDO; as larvas os devorarão como pedaços de lã, mas a minha JUSTIÇA durará para sempre e a minha SALVAÇÃO de geração em geração” (Is 51,8). E faz um apelo aos justos simbolizados por Sião e Jerusalém: “Desperta, desperta, mune-te da tua força. Põe os teus VESTIDOS de GALA, Jerusalém, cidade santa, pois nunca mais tornarão a entrar em ti o incircunciso e o impuro” (Is 52,1). E assim “Transbordo de alegria em Javé; a minha alma se regozija no meu Deus, porque ele me VESTIU COM VESTES DE SALVAÇÃO, COBRIU-ME COM UM MANTO DE JUSTIÇA, como um noivo que se adorna com um diadema, como uma noiva que se enfeita com as suas jóias” (Is 61,10).

    O profeta Baruc apela a Jerusalém para “DESPIR A VESTE da tua TRISTEZA e REVESTIR para sempre a BELEZA da glória que vem de Deus e para COBRIR-SE COM O MANTO DA JUSTIÇA que vem de Deus, e colocar sobre a cabeça o diadema da glória do Eterno” (Br 5,1-2).

    O profeta Zacarias, voltando do exílio com o povo e o Sacerdote Josué pede a Josue tirar “AS ROUPAS SUJAS” dos erros cometidos antes do exílio e assim, Javé “afastará dele a sua culpa e o REVESTIRÁ com ROUPAS LIMPAS” para, assim purificado, poder, de agora em diante, andar nos caminhos do Senhor e guardar os Seus mandamentos. (Zac 3,1-10)

    No Antigo Testamento, as roupas participam da personalidade: “A alma de Jônatas apegou-se à alma de Davi… Jônatas fez um pacto com Davi, porque o amava como a si mesmo. Jônatas tirou o MANTO QUE VESTIA e o deu a Davi, e também lhe deu a sua roupa, a sua espada, o seu arco e o seu cinturão…” (1Sm 18,1-4). Jônatas, portanto, fica assim ligado a Davi. As VESTES são um substituto da pessoa. Tocar a ROUPA, significava tocar a pessoa (Cf. 1Sm 24,6).

    Eliseu pega o MANTO de Elias. Os 50 profetas disseram que “O Espírito de Elias repousa sobre Eliseu” (2Rs 2,13-15).

    Enquanto Jesus ia à casa de Jairo para salvar sua filha, certa mulher, que sofria de um fluxo de sangue fazia doze anos, aproximou-se dele por trás e tocou-lhe a orla da VESTE, pois dizia consigo: “Será bastante que eu toque a sua VESTE, e ficarei curada” (Mt 9,20-21). “E todos os doentes que tocavam a ORLA DA SUA VESTE foram salvos” (Mt 14,36).

    Quando Jesus foi preso no Getsêmani, todos fugiram abandonando o mestre. Um jovem, VESTIDO apenas com um LENÇOL BRANCO estava seguindo Jesus, e eles o prenderam. Mas o jovem largou o LENÇOL, e fugiu nu (Mc 14,51-52). É a prefiguração da ressurreição de Jesus, que escapa das mãos dos ímpios. Ficaram com a “casca” = túmulo vazio porque o “miolo” escapou das suas mãos.

    Na transfiguração de Jesus “SUAS VESTES tornaram-se RESPLANDECENTES, extremamente BRANCAS, de uma alvura tal como nenhuma lavadeira na terra as poderia alvejar” (Mc 9,3).

    Morto, Jesus foi enrolado num LENÇOL (Lc 23,53), ou LENÇOL LIMPO (Mt 27,59) ou LENÇOL DE LINHO (Mc 15,46) ou em PANO DE LINHO JUNTO COM PERFUME (Jo 19,40).

    Pedro e João, ao visitar o túmulo vazio viram os PANOS DE LINHO no chão (Jo 20,5.6.7). (LINHO=CONDUTA ou COMPORTAMENTO JUSTO cf. Ap 19,8).

    E no primeiro dia da semana as três mulheres “tendo entrado no túmulo elas viram um jovem sentado à direita,VESTIDO COM UMA TÚNICA BRANCA” (Mc 16,5).

    Pedro recomenda à comunidade VESTIR-SE de qualidades internas, isto é, o enfeite inalterável de CARÁTER SUAVE e SERENO, porque isto é coisa PRECIOSA diante de Deus, e não o ENFEITE EXTERIOR, como penteado, uso de jóias, ouro ou ROUPAS FINAS (1Pd 3,3-4).

    Paulo recomenda à comunidade de Roma para: “deixar as obras das trevas e VESTIR a ARMADURA DA LUZ.” E ele mesmo explica o que isto significa: “Como de dia, andemos DECENTEMENTE; VESTIDOS do Senhor Jesus Cristo e não procureis satisfazer os desejos da carne”, quer dizer: “não andem em orgias e bebedeiras, nem em devassidão e libertinagem, nem em rixas e ciúmes” (Rm 13, 11-14).

    Para os Coríntios, Paulo diz que é necessário que este ser corruptível REVISTA a incorruptibilidade e que este ser mortal REVISTA a imortalidade. Quando, pois, este ser corruptível tiver REVESTIDO a incorruptibilidade e este ser mortal tiver REVESTIDO a imortalidade, então cumprir-se-á a palavra da Escritura: A morte foi absorvida na vitória. Morte, onde está a tua vitória? Morte, onde está o teu aguilhão?” (1Cor 15,53-55). É a VIDA NOVA que o JUSTO vive.

    E aos colossenses Paulo fala : “vocês foram despojados do homem velho com a sua prática (fornicação, impureza, paixão, desejos maus, a cobiça, que é uma idolatria e ainda: ira, raiva, maldade, blasfêmias, conversas indecentes, mentira) e se REVESTIRAM do homem novo, que através do conhecimento, vai se renovando segundo a  imagem do seu Criador. (…) VISTAM-SE de sentimentos de compaixão, bondade, humildade, mansidão, paciência, suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos mutuamente… Mas sobretudo VISTAM-SE da caridade, que é o núcleo da perfeição” (Cl 3,5-17).

    E Lucas relata na história do filho pródigo que o pai, vendo o filho ainda ao longe, se alegra e diz a seus servos: “Ide depressa, trazei a melhor túnica e REVESTI-O com ela” (Lc 15,22). (Sentido metafórico: vestir a túnica restitui-lhe a dignidade de filho).

O Apocalipse usa muito a imagem da VESTE.

    Escrevendo à comunidade de Sardes, Jesus elogia “algumas pessoas que não SUJARAM SUAS VESTES; elas andarão comigo VESTIDAS DE BRANCO, pois SÃO DIGNAS” (Ap 3,4-5).

    E aconselha à comunidade de Laodicéia para comprar Dele “VESTES BRANCAS para se cobrir e não aparecer a vergonha da sua nudez (Ap 3,18). (nudez = ausência de obras da justiça).

    Diante do trono de Deus estavam dispostos vinte e quatro tronos, e neles assentavam-se vinte e quatro AnciãosVESTIDOS DE BRANCO… (Ap 4,4).

    E chama de “BEM-AVENTURADO aquele que vigia e CONSERVA SUAS VESTES, para não andar nu e deixar que vejam a sua vergonha (Ap 16,15). (Andar nu = viver sem obras da justiça)

    Da tenda do Testemunho que está no céu, saíram os sete Anjos… VESTIDOS de LINHO PURORESPLANDECENTE e cingidos à altura do peito com cintos de ouro (Ap 15,6).

    Após a queda da grande cidade, a multidão exulta e clama: “Alegremo-nos e exultemos, demos glória a Deus, porque estão para realizar-se as NÚPCIAS DO CORDEIRO, e sua esposa já está pronta: concederam-lhe VESTIR-SE COM LINHO PURO, RESPLANDECENTE, pois o LINHO representa a CONDUTA JUSTA DOS SANTOS… Felizes aqueles que foram convidados para o banquete das núpcias do Cordeiro” (Ap 19,7-9).

    O  montador do cavalo BRANCO chamado  FIEL e VERDADEIRO, VESTE UM MANTO EMBEBIDO DE SANGUE, e o nome com que é chamado é o VERBO DE DEUS. Os exércitos do céu acompanham-no em cavalos BRANCOS,VESTIDOS COM LINHO DE BRANCURA RESPLANDECENTE… (Ap 19,11-14).

    A COR BRANCA no Apocalipse significa, em geral VITÓRIA; A VITÓRIA sobre o pecado e o mal; resistir a toda tentação. Corresponde à idéia de FIDELIDADE ATÉ O FIM, INTEGRIDADE TOTAL, o que significa VIRGINDADE ou então PUREZA (Ap 14,1-5). Não se deixar enganar pelos ídolos. Corresponde  ao TOTALMENTE JUSTO e também à idéia da RESSURREIÇÃO, em Paulo. Jesus RESSUSCITADO significa que Ele nunca foi vencido pelo pecado e sempre fez as boas obras da JUSTIÇA. Ele fez TODA A VONTADE DO PAI, “TUDO ESTÁ CONSUMADO”. Ele é o AMÉM de Deus. Ele é o que VIVE PARA SEMPRE ou O QUE É SEMPRE VIVO – O VIVENTE (Ap 1,18). Ele escapa da mão dos opressores; Eles ficam apenas com a casca – o lençol (Mc 14 52). O poder do mal nada pode com Ele.

    Mas é preciso prestar atenção porque o DIABO (ÍMPIO), como é o pai da mentira (Jo 8,44), sempre imita  o JUSTO (menos na justiça). Assim, o primeiro dos quatro cavalos é branco “vencedor e para vencer ainda” (Ap 6,2). É o império Romano que já venceu muitos povos e quer vencer ainda outros povos para se tornar o senhor de tudo e de todos; mas este querer ser “deus” acaba gerando guerra, carestia e morte. (Ap 6,1-8)

    Assim, no sentido simbólico, a VESTE de LINHO, BRANCA, RESPLANDESCENTE é usada pelos JUSTOS – “pois o linho representa o comportamento justo dos santos” (Ap 19,8).

    Na parábola do banquete (Mt 22,1-14), o homem que não estava vestido com o TRAJE NUPCIAL representa aquele que quer participar do Reino de Deus SEM A PRÁTICA DA JUSTIÇA. Assim, não querendo mudar seu comportamento errado, injusto, pecaminoso vai para a perdição (Cf.: Mt 7,13-14; Sl 1,6).

 

 

******************

ÍNDICE GERAL DO APOCALIPSE

Responsável por este trabalho:

Xavier Cutajar

xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

Leave a Reply