ESTRELA

ESTRELA

PÁGINA EM CONSTRUÇÃO

(Veja mais detalhes sobre sobre ESTRELA DA MANHA  e sobre LÚCIFER de Pe Quevedo

 

ESTRELAS EM MARCOS

Mc 13,24  “Nesses dias, depois da tribulação, o sol vai ficar escuro, a lua não brilhará mais,

25  as estrelas começarão a cair do céu  e os poderes  do espaço ficarão abalados.

26  Então, eles verão o FILHO DO HOMEM (Dn 7,13-14) vindo sobre as nuvens com grande poder e glória. (Cf. Dn 10,5; 12,6-7)

27   Ele enviará os anjos  dos quatro ventos  (=cantos da terra), e reunirá os seus eleitos, (Cf. Mt 25,31; Ap 7,1) do extremo da terra ao extremo do céu.”

 

ESTRELAS NO APOCALIPSE

Ap 6, 12 Vi quando (o Cordeiro) abriu o sexto selo. Houve, então, um grande terremoto. O sol ficou preto como saco de carvão. A lua inteira, cor de sangue.

13 As estrelas do céu despencaram sobre a terra, como pé de figo soltando figos verdes quando bate vento forte.

14 O céu se enrolou, feito folha de pergaminho. As montanhas todas e as ilhas foram arrancadas do lugar.

15 E os reis da terra, os magnatas, os capitães, os ricos e os poderosos, todos, escravos e livres, esconderam-se nas cavernas e rochedos das montanhas,

16 clamando aos montes e pedras: «Desmoronem por cima de nós, e nos escondam da Face do assentado no trono, e da ira do Cordeiro (6/28).

17 Pois chegou o grande Dia da sua ira. E quem poderá ficar de pé?»

 

 

33º Domingo do Tempo Comum (Mc 13, 25)

Que estrelas precisam vir ao chão?

Frei Gustavo Medella

“As estrelas começarão a cair do céu e as forças do céu serão abaladas” (Mc 13,25). A cena apocalíptica descrita por Jesus no texto do Evangelho deste 33º Domingo do Tempo Comum relata fatos extraordinários que seriam um prenúncio da vinda do Filho do Homem. Nesta data em que a Igreja celebra o Dia Mundial dos Pobres, poderíamos associar as estrelas que devem cair do céu com as ilusões que precisamos superar para que, de fato, tenhamos um encontro transformador com o Filho do Homem que deseja estar conosco e agir em nós.

A estrela da idolatria – Não se trata propriamente de uma estrela solitária, mas de uma constelação de ídolos que precisamos abandonar para que tenhamos uma adesão mais madura a Cristo. Caem o apego ao dinheiro e aos bens e a sede de poder e prestígio para dar lugar a uma postura mais voltada para a sobriedade e a partilha.

A estrela do egoísmo – É outra constelação onde se destacam as estrelas do tipo “auto”, como a autossuficiência e autorreferencialidade. São estrelas tão luminosas e chamativas que tornam cego que as traz em seu horizonte e não consegue enxergar sequer a necessidade e os anseios daqueles que estão mais próximos. Precisam dar lugar à solidariedade, à sensibilidade e ao espírito de interajuda.

A estrela do preconceito – É típica do curto horizonte de quem tem preguiça de pensar com mais profundidade e prefere rotular as pessoas que o circulam, achando-se sempre, é claro, melhor do que todas elas. É a estrela das frases feitas, repetidas à exaustão e que revelam a alienação de quem as repete. Encontrar com Jesus é abrir-se à acolhida ao diferente e à disposição para o diálogo.

A estrela de um deus “à minha imagem e semelhança” – É quase parte integrante da constelação da idolatria. Nasce da tentação humana de “domesticar o Evangelho”, transformando a Palavra numa água com açúcar capaz de entorpecer as consciências. Tem de dá lugar à Profecia.

Estes são apenas alguns tipos de estrelas que precisam cair por terra para que tenhamos um encontro verdadeiro com o Filho do Homem, especialmente quando Ele se manifesta nos mais pobres de nosso tempo.

******************

ÍNDICE GERAL DO APOCALIPSE

Responsável por este trabalho:

Xavier Cutajar

xacute@uol.com.br       http://xacute1.com

Leave a Reply